12 de set de 2010

E só digo palavrinhas, nem metade de uma linha...

O motivo de não falar pro mundo o que penso é simples:
As palavras tem força, sejam elas desenhadas por uma mão ou ditas por uma voz.
Uma letra escrita ficará eterna naquela lugar, uma letra entonada entrará para não mais voltar.
Se arrepender depois é o dilema, o que foi feito outrora já não se conserta agora.
Por isso penso, reflito e só digo palavrinhas, nem metade de uma linha...
É preferível ter um livro dentro de mim, do que páginas soltas em você.
Não sou de magoar as pessoas, por mais horríveis que sejam...

2 comentários: