22 de jun de 2012

Encenação

Acho tão cômico quando te vejo falando de amor, falando de dinheiro, falando de ser você. Quando na verdade o que demonstra é o oposto daquilo que fala. Palavras saindo na boca são fáceis, a mentira pode ser verdade, nunca se sabe o que o outro sente... Quero ver é ter atitude de mostrar quem se é, quero ver é abrir o peito e esparramar as verdades sem medo de ser feliz.
Quem não honra a palavra, não pode honrar nada.

Um comentário: