13 de mar de 2013

Mutável, quem sabe.

De vez em quando eu saio do olho do furacão e vou ser alegre, calminha, despreocupada e de bem com a vida. Mas por mais que eu lute para ficar na calmaria eu sou levada de volta ao furacão. E me viro do avesso, ficando depressiva e com o humor de um cão. Sou meio inconstante, pode-se dizer assim. Mas a vida está para isso mesmo, cada dia se descobrir um pouco quem se é. E se um dia eu não me surpreender, vou perder um pouco da graça de viver. 

3 comentários:

  1. Me identifiquei muito. Depois de semanas na calmaria acabo de voltar ao furacão, como sempre acontece, e por acaso me esbarrei com seu texto que me caiu como uma luva. rs

    Parabéns pelo blog.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. [o caminho para o centro passa por onde o chão desaparece sob os pés]


    abç

    ResponderExcluir
  3. Gostei daqui, me identifiquei com vários de seus pensamentos. Bacana mesmo :)

    ResponderExcluir