11 de ago de 2014

Tanto reclamei, tanto vivi e nada agradeci.
É castigo por não acreditar em ti
Sei que tens tudo certo ao seu tempo
És senhor dos senhores, és tremendo
Estou aqui esperando teu alento
Preciso de ti e tu está aqui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário