26 de set de 2011

Viver e não existir


Não quero mais imaginar, nem morrer de desejos. Quero sair da teoria e começar a existir. Você me enxerga, mas não me vê. Acha que me conhece por inteiro, mas não sabe da reza pro santo nem 1/3. Sou assim quieta, mas uma explosão de acontecimentos. Meio parada, mas com a perna balançando. Sou do mundo e não desse espaço interior. Por enquanto vou me ausentar da vida fictícia e dar um espaço para mim. Eu quero é viver, já cansei de só existir...

Um comentário:

  1. Esse é aquele tipo de texto que a única coisa que se tem a fazer é admirar: Perfeito :)

    ResponderExcluir