5 de nov de 2011

Aos poucos.

E de mansinho vou mudando e encontrando com aquela que verdadeiramente sou,  que sempre fui, mas você nunca encontrou.
São passinhos bem pequenos, quase não saem do lugar, mas estou aprendendo lentamente a ter paciência e me conscientizar que o dia vai chegar. Aos poucos é bem melhor do que o rápido que não sai do lugar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário