28 de jan de 2014

Des(cre)ver


Acontecimentos tiraram o sorriso do coração
Ele se perdeu, olha para todos e não sabe em quem acreditar 
Fui coração e o destroçaram 
Fui coração e o levaram

Hoje quero ser razão, mas razão quer fazer greve
Não me aceita e faz bagunça por onde passa
Tudo aqui dentro é rebuliço...

Coração e razão não se entendem
Estão se batendo: um é só decepção, a outra só desconfiança 

Que tudo isso passe
Que tudo isso passe
Que coração sorria
E que a razão se ache.

Não quero mais bagunça 
Aqui, agora... É hora de fazer faxina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário